jump to navigation

Plano de Negocio Aplicativo, Guia Prático p/ Plano de Negocio pequenas fábricas. ( PARTE II ) maio 25, 2011

Posted by salaoempreendedor in Uncategorized.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

Nos acompanhe, Vamos fazer juntos o seu plano de negócio prático, Passo a Passo!

Passo 1- Montagem e seleção de fornecedores
Vamos Iniciar sua agenda com a visita ao mercado de fornecedores de matérias primas, atacadistas e importadores. Sugerimos que os visite para ter percepções claras sobre cada um deles.
Dica: Elabore Fichas e Planilha, Crie uma planilha de avaliação, contendo pontos como: variedade, qualidade de produto, especialidade, preços, sazonalidades etc. É importante ter em mente que uma fabrica sem matéria prima é um carro sem gasolina no meio do nada. Antes de sair de casa, mentalize a importância de ter bons fornecedores, trate-os igual ou melhor do que a um cliente, lembre que depende da matéria prima a qualidade do produto.

Passo 2- Visitar o seu mercado (sua nova praia)
Vá até os locais onde o produto que deseja produzir é vendido. Veja os produtos iguais ao seu, similares, substitutos, ou seja: produtos que não são igual ao seu, mais que podem concorrer com ele indiretamente exemplo: (Suco X Refrigerante), (Bala X Goma de Mascar), (Amendoim Torrado X Soja torrada) (Bata chips x Salgadinho). Faça uma comparação entre seu produto e o da concorrência, visitando atacadistas, varejista, ponto de venda tradicional bem como os pontos de vendas alternativos. Se possível visite os concorrentes, tente saber que produtos fabricam e quem são seus fornecedores no mercado.

Passo 3- Produtos Concorrência e Mercado Potencial
Retornando a sua casa ou seu escritório organize a informação, veja os produtos e experimente os produtos que imaginamos tenha comprado em sua jornada em campo veja detalhadamente a embalagem, as cores, lembre em que posição os encontro una gôndola, avalie se o preço cobrado foi proporcional a qualidade, tente calcular o custo de fabricação e margem de lucro aproximado, anote detalhes de sabor, cor e aroma, veja e compare o que o líder de mercado tem que os outros não tem. Use seu olfato empresarial e pense como você poderia ser melhor, se posicionando melhor, sugerimos que compartilhe sua experiência e colha percepções junto a amigos e familiares.

Passo 4- Custos Fixos e Operacionais de Implantação.
Agora vamos seguir para o próximo passo, É preciso saber quanto custaria por mês a manutenção do nosso negocio, produzindo uma quantidade mínima por mês, vamos fazer uma estimativa de custos fixos ou seja: luz, água, telefone, aluguel, mão de obra, transporte, alimentação, material de escritório, limpeza etc. Uma boa dica é comparar com o que gasta em sua casa, multiplique pelo dobro.Não adianta querer certeza, nesta faze não espere ter valores exatos pois só terá certeza dos valores quando de fato estiver fazendo, não planejando.
É muito importante que em toda a visão de montagem do negocio tenha um lema em sua cabeça: “aprender tudo ou quase tudo, com muito pouco ou nada” porque se esperar ter tudo na mão…ééé amigo acho que nunca sairá do papel.
A típica expressão “eu começo quanto tenha as condições idéias para fazer” e um comum engano a famosa busca pelo ideal geralmente nunca ocorre. Saiba que isso e um pretexto muito utilizado para prorrogar decisões ou para “realizar alguma coisa”.

Passo 5 – Formação de custo operacional de produção e investimento
Hora de avaliar os números e ver nossa posição de viabilidade do empreendimento,façamos os cálculos para saber quanto nos custaria aproximadamente fabricar os produtos da pauta de operações, ver e somar as matérias primas, os insumos com sua embalagem etc. Tudo será aproximado depois vamos ter tempo para afiar os números, não se amarre sem avançar no plano. Saber estimar quanto nos custaria produzir por dia? por semana? por mês? tendo em vista à matéria prima e mão de obra mínima, gastos fixos do mês, transporte de compra e venda, não esqueça de acrecentar 4 a 6% para fundo de marketing. Agora que já tem tudo isso na mão, Já decidiu se quer montar seu negocio? Pense nisso 1 minuto…

Bom se já esta recuperado da decisão, já temos uma idéia de quanto nos custaria produzir, já temos o custo estimativo do produto, sabemos qual será o mais vantajoso na primeira etapa e na segunda etapa, sabemos que capital será necessário para produzir diariamente, mensalmente etc. Sabemos também que preço terá nosso produto comparado com os concorrentes, que preço e produtos seriam mais vantajosos.

Passo 6 – Decisão e busca de recursos
Agora que já sabe qual o capital operacional necessário para o inicio do nosso negocio, cabe definir se podemos ou não fazer, se é possível ou não realizá-lo, e se você se vê como empresário dentro desse segmento? Se a resposta é sim, então vamos viabilizar de que maneira? Podemos fazer de forma industrial ou iniciamos de forma mais caseira e artesanal? Temos recursos suficientes ou devemos buscar um sócio ou um financiamento.
Vale mencionar que não chegamos até está etapa só para satisfazer uma curiosidade ou guardar as informações no computador ou gaveta.
Se chegamos nesse ponto é hora de fazer acontecer!

Programa Marketing de Relacionamento
Passo 7- Hora De pensar no marketing,
É hora de vender nossa idéia de negócio discursar sobre seu produto por todos os canais que conseguir, mais isso é assunto para um próximo post.
Mais antes disso daremos uma pausa.

Se gostou de nosso post deixe seu comentário, se decidiu realizar, entre em contato conosco de repente podemos te auxiliar.

S A L O N E M P R E N D E D O R
Brasil – Argentina – Paraguai – Chile – Equador – Venezuela
Sede: São Paulo-Brasil
Tel:55-11-2805-1262
Fax:55-11-2805-1262
Tel. 55-13-3029-0607
Tel: 55-13-3596-6809
e-mail: salonemprendedor.br@gmail.com
MSN: salonemprendedor@hotmail.com
Skype:salon.emprendedor.br

Anúncios

Plano de Negocio Aplicativo, Guia Prático p/ Plano de Negocio pequenas fábricas. ( PARTE I ) maio 25, 2011

Posted by salaoempreendedor in Uncategorized.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

Esta metodologia de montagem pratica do Plano de Negócio, é aplicado no nosso programa de formação empresarial para empreendedores que adquirem fábricas por meio do Salon Empreendedor. Aqui resumimos sua forma interativa como se usa e como e aplicado no plano, nas tarefas diárias de montagem, de uma pequena fabrica, mais também pode ser aplicável a qualquer segmento.

O Plano de negocio de forma simplificada, da proposta de negocio transmitida de maneira escrita sobre O Plano de Negocio. Descreve o que se pretende fazer e como será planejado o funcionamento do negócio, de como a idéia vai ser tornar real e viável, demonstra que é um ótimo negocio, com uma boa demonstração da rentabilidade e do excelente retorno do capital investido. Evidentemente que isso agrada muito a bancos, instituições financeiras, ONGs, Secretarias Governamentais etc, enfim órgãos que geralmente financiam projetos.
Porque essa é a forma com que se demonstra coerência, lógica quanto a um negocio, portanto você deve convir que deve ser muito convincente, pelo menos no papel, a idéia e que o plano de negocio seja convincente para quem o lê.

Bom…! mais não é esse o formato do Plano de Negócio do qual falaremos a seguir, queremos falar de um plano de negócio que será só para nosso próprio uso de forma mais simples e pratica, o anterior tem um formato mais técnico na organização de seus conteúdos, lembre-se que é para atender o objetivo vital de ser visto e lido por terceiros que geralmente o analisam nos seus mínimos detalhes de formatação, arranjo, enquadramento etc com fim de geralmente liberar ou não uma verba ou financiamento.

Não vamos esperar fazer todo o plano de negocio, para descobrir se o negocio é ou não viável. Vamos deixar isso para os estudantes que precisam se exercitar a fim de alcançar um formato de organização de pensamento básico, sobre conceito de negócios, porque neste caso o objetivo é outro, aí não importa os resultados do estudo se não o processo de realização e exercício da metodologia Aplicada.
Agora sem mais delongas vamos por em pratica, o nosso plano de negócio, se já configuramos bem a idéia de negócio anteriormente (veja post a respeito), idealizamos a viabilidade do negócio por meio do método mais antigo e mais praticado pelos empresário é dizer 2+2, ou seja a lógica básica da matemática dos negócios.

Vamos ao ponto, vamos imaginar que já tem a idéia e sua intuição te diz que é um negócio viável, o que fica e a duvida de como montar o plano de negocio, para que seja eficaz, direcione a potencialidade do eventual negocio.
O que realmente faz diferença para que um plano de negócio seja bem sucedido na pratica não é como se faz ou a formatação que essa pessoa escolha se não quem vai fazer pois é o autor que determinará se o negócio será ou não exitoso.

Nos vamos auxiliar-lo no processo de elaboração do seu plano de negócio aplicativo em nosso próximo post com o mesmo nome.

S A L O N E M P R E N D E D O R
Brasil – Argentina – Paraguai – Chile – Equador – Venezuela
Sede: São Paulo-Brasil
Tel:55-11-2805-1262
Fax:55-11-2805-1262
Tel. 55-13-3029-0607
Tel: 55-13-3596-6809
e-mail: salonemprendedor.br@gmail.com
MSN: salonemprendedor@hotmail.com
Skype:salon.emprendedor.br